14963306_1143577159012893_1374686241371588417_n

“Eu faço da dificuldade a minha motivação. A volta por cima, vem na continuação”, a frase pertence a canção “Pontes Indestrutíveis”, da banda Charlie Brown Jr, mas cabe muito bem para o time de futebol americano rio-pretense, o Rio Preto Weilers. Depois de ver o sonho de disputar os playoffs da Liga Nacional quase ir por água abaixo por falta de transporte, e, literalmente, juntar as moedas em uma comunhão que uniu todo o grupo, além de encarar uma viagem de 15 horas, a equipe fez história na noite deste sábado (5), e deu um “tackle” em quem não acreditava.

Jogando em Rondonópolis, no Mato Grosso, contra os Hawks, donos da casa, e até então invictos na competição, os Weilers superam todas os desafios para vencer, em mais de três horas de jogo, por 13 a 6, (um touchdown e dois field goals) e chegar as semifinais da Liga, ficando a um passo de subir para a Superliga, a primeira divisão nacional. No caminho dos “indestrutíveis” rio-pretenses estará mais um time do Mato Grosso. Dessa vez o Sinop Coyotes. O duelo, que também será em partida única, está marcado para o próximo dia 20 de novembro, às 17h, na cidade de Sinop.

“Foi intenso, sinistro. Até o último minuto com chance deles virarem. Time desfalcado. Jogadores importantes se contundiram durante o jogo”, disse Matheus Camargo, presidente da equipe que se emocionou com a inédita classificação.

“Sem palavras. Já chorei e estou sem palavras. Em uma semana arrecadamos R$ 5 mil para viajar. Foram 33 jogadores, um treinador e um assistente para ajudar a levar água para os jogadores. Linha ofensiva só com cinco jogadores, sendo que dois machucaram durante o jogo. Jogamos com dois jogadores de defesa se revezando e jogando improvisados no ataque, sem descanso. Inesquecível. Não tem palavras essa p….”, finalizou Matheus, enaltecendo cada um dos heróis rio-pretenses.

Por Marcelo Schaffauser

fonte: http://dhojeinterior.com.br/

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.